segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Sem planejamento, obras não andam

O deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP) criticou nesta segunda-feira  a demora da presidente Dilma em cobrar resultados de ações do seu governo, assunto da primeira reunião ministerial do ano. A petista pede que os titulares de pastas na Esplanada apresentem metas e prazos de cumprimento dos programas, a exemplo de obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Carro-chefe da administração Dilma, o projeto ainda não decolou.

Levantamento da Assessoria Técnica do PSDB na Câmara revela que foram pagos 23% do Orçamento autorizado de 2011. Dos R$ 40,9 bilhões previstos, apenas R$ 9,4 bilhões foram aplicados. Para Macris, passou da hora de o planejamento sair do papel.  “A presidente tem mostrado falta de aptidão na postura de gerente, bandeira apregoada na campanha eleitoral. Em 2011, a realização orçamentária, do ponto de vista dos investimentos, ficou aquém do desejado, especialmente em relação à infraestrutura para preparar o país para a Copa de 2014”, avaliou.

O deputado cobra postura mais firme de Dilma. “O país precisa de investimentos. Há muita carência. Esperamos que o cenário mude e possamos nos preparar de maneira mais afirmativa.” Numa prévia do encontro desta segunda, reunião setorial no Palácio da Alvorada realizada domingo traçou estratégia para a Copa do Mundo, Olimpíadas e para a conferência Rio +20, evento da Organização das Nações Unidas (ONU) previsto para junho, no Rio de Janeiro. A situação é considerada preocupante.

Segundo o presidente da Fifa, Joseph Blatter, o Brasil, responsável pela organização do mundial em 2014, está mais atrasado do que a Rússia, local da Copa em 2018. Na visão do tucano, a declaração ocorre por causa da falta de planejamento do governo brasileiro. “É uma crítica procedente. Sabemos que iremos sediar o evento esportivo há três anos e meio. Porém, o Planalto não se preocupou em planejar e realizar as obras necessárias com custo mais baixo. Infelizmente, pagaremos caro”, avaliou. O Brasil foi escolhido como sede da Copa do Mundo em outubro de 2007. Já a Rússia, conquistou esse direito apenas em dezembro de 2010. E já está mais adiantada que o Brasil.

(Fonte: http://www.psdbnacamara.com.br/ )

Nenhum comentário:

Postar um comentário